FORMULA INDY 300 BRASIL

FORMULA INDY 300 BRASIL

will-power

Foto: Edson Lopes Jr./Terra

Will Power ,corredor Australiano .Único piloto da Indy a vencer o circuito do Anhembi 3 anos consecutivos.

Ação promocional desenvolvida pela Apex-Brasil reuniu 62 empresas brasileiras e 159 compradores estrangeiros para encontros de relacionamento durante a corrida de São Paulo

• Empresas participantes destacam a importância de se reunirem com clientes de 35 países no ambiente montado pela Agência no Circuito do Anhembi

indy_300_brasil

O Projeto Fórmula Indy, inovadora plataforma de negócios desenvolvida pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) em parceria com a organização da Indy Car, encerrou neste domingo (29) as ações de promocão comercial realizadas durante a corrida de São Paulo, disputada no circuito de rua do Anhembi e vencida pelo piloto australiano Will Power. Na ocasião, representantes de 62 empresas e 14 entidades setoriais brasileiras se reuniram com 159 empresários de 35 países para encontros de relacionamento no espaço montado pela Apex-Brasil no circuito. A estimativa é de que a ação gere em torno de US$ 350 milhões em negócios para as empresas brasileiras nos próximos doze meses, o maior valor já gerado pela iniciativa em uma única prova da mais importante categoria do automobilismo norte-americano.
Além de encontros de negócios específicos agendados entre empresários brasileiros e potenciais compradores dos setores de metais não ferrosos e alimentos e bebidas, foi realizada agenda institucional entre representantes da União Europeia e entidades brasileiras dos setores de carne bovina, suína e de frango, e do setor de biocombustíveis.

O presidente da Apex-Brasil, Mauricio Borges, destacou o amadurecimento na participação das empresas no projeto, desde a primeira edição, em 2009. “Ao longo desses últimos anos, as ações na Fórmula Indy nos deram a oportunidade perfeita de mostrarmos ao mercado norte-americano produtos inovadores e de alta tecnologia. Hoje temos praticamente o dobro de empresas e entidades participando do Projeto”, afirma Borges.

brasil_apex_indy

Empresas comentam ação

Para Rafael Prado, gerente de exportações da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB), o diferencial do projeto é permitir aos empresários brasileiros a oportunidade de tratarem de negócios com seus clientes em um ambiente informal. “A chance de os negócios serem fechados é muito maior quando você passa dois dias inteiros conversando com o potencial comprador”, acredita Prado, destacando que a entidade também participará de ações promocionais em corridas da Indy na China e no estado norte-americano da Califórnia, ambas em 2012.

A Deca, empresa do segmento de louças e metais sanitários, participou pela primeira vez em São Paulo do Projeto Fórmula Indy. “Trazer o cliente para um evento como esse ajuda a quebrar a formalidade que existe naturalmente em um ambiente de escritório ou numa visita à fábrica e isso facilita muito na hora de fechar um negócio. Por isso, estou vendo com grande otimismo a nossa presença aqui na corrida de São Paulo”, explica André Araújo, gerente de exportação da Deca.

A Fanem, empresa do setor de equipamentos médico-hospitalares e com negócios em mais de 90 países, vem participando das ações do Projeto Fórmula Indy desde o primeiro ano da iniciativa. Para São Paulo, a empresa trouxe clientes dos Estados Unidos e da África do Sul. “Os resultados em nossos negócios nos mercados-alvo foram aparecendo logo depois de nossas participações nas corridas. O ambiente informal e, ao mesmo tempo, profissional oferecido pela Apex-Brasil nas corridas é excelente para a negociação. Os clientes gostam muito de serem convidados e acabamos tendo a chance de conhecer mais sobre aspectos culturais do país deles, o que também é muito importante”, conta José Flosi, gerente de exportação da Fanem.

Participando pela segunda vez de uma ação da Fórmula Indy, a produtora OceanFilms, destacou a importância de eventos como esse para o segmento audiovisual. “Uma parte de nosso público-alvo é muito ligada ao esporte e quando estamos aqui, estreitamos muito as nossas relações com o cliente”, afirma João Roni, sócio-produtor da OceanFilms. Ele destaca ainda que a participação de sua empresa na corrida disputada em Long Beach (Califórnia, Estados Unidos) em 2010 propiciou o fechamento de um negócio importante.

Já a EMS, uma das maiores indústrias do segmento farmacêutico e com negócios em mais de 30 países, está participando do Projeto Fórmula Indy pelo segundo ano seguido, e trouxe clientes de países da Europa e da América Latina. “Vemos esta ação como uma oportunidade valiosa de fazermos negócios e estreitar relacionamentos fora do ambiente corporativo da empresa, sem a pressão do dia-a-dia”, diz José Piccolotto, responsável por novos negócios na EMS.

brasil_apex

Ações promocionais

Este ano, o Projeto Fórmula Indy vem incrementando as ações promocionais e de divulgação, como as realizadas no Rio Content Market, importante evento do setor audiovisual,em fevereiro,no Rio de Janeiro (RJ), e na Victoria Stone Fair, maior evento brasileiro do segmento de rochas ornamentais, também em fevereiro, em Vitória (ES).

Na etapa de Long Beach (Estados Unidos), entre os dias 12 e 15 de abril, foi realizado um encontro entre tradings (comerciais exportadoras) brasileiras e compradores estrangeiros. A ação gerou US$ 8,5 milhões em negócios, somando os resultados imediatos e os previstos para os 12 meses seguintes à prova.

Para a corrida da China, a ser disputada em agosto, está prevista a realização de um evento de posicionamento e imagem para o setor de alimentos, bebidas e agronegócios.

As iniciativas fazem parte da estratégia da Agência para atrair ainda mais empresas de todos os setores a participarem das ações de promoção comercial oferecidas pelo Projeto. “Em 2012, estamos divulgando as ações do Projeto Fórmula Indy em grandes feiras setoriais no Brasil com o objetivo de atrair para a iniciativa empresas dos mais diversos segmentos. Também planejamos a realização de eventos paralelos às corridas, como o encontro com comerciais exportadoras”, explica o presidente da Apex-Brasil, Mauricio Borges.
Após a corrida no Brasil, as próximas ações do Projeto Fórmula Indy serão realizadas no tradicional circuito de Indianápolis (26 e 27 de maio).

brasil_apex_indy_300

Negócios

Em 2011, o Projeto Fórmula Indy gerou um total de US$ 897 milhões em negócios para as empresas brasileiras. O número é 52,3% maior do que o registrado em 2010 (US$ 589 milhões). No ano passado, a iniciativa promoveu, durante as 17 corridas da temporada, ações de relacionamento (networking), promoção comercial e imagem e mídia com 400 empresas estrangeiras, 148 empresas brasileiras e 25 entidades setoriais.

Em 2012, o Projeto Fórmula Indy está promovendo ações promocionais nas 16 provas da categoria, sendo 12 nos Estados Unidos, duas no Canadá e uma na China, além da corrida nas ruas de São Paulo, no Brasil.
O coordenador da Unidade de Projetos Especiais da Apex-Brasil, Mauricio Manfrê, destaca a importância do Projeto Fórmula Indy como plataforma de criação e estreitamento de relacionamento entre os empresários do Brasil e dos Estados Unidos. “O empresário norte-americano preza muito o relacionamento. O que nós oferecemos com as ações do Projeto Fórmula Indy é a oportunidade de, durante as corridas, as empresas brasileiras aprofundarem a relação de confiança que têm com seus clientes estrangeiros”, explica Mauricio Manfrê.

team_target_indy_300

Etanol brasileiro abastece os carros da Fórmula Indy

Fortalecendo sua liderança mundial na produção de energia limpa e renovável, desde 2009, o Brasil marca presença na Fórmula Indy também por meio do fornecimento do etanol de cana-de-açúcar como combustível para todos os carros competidores.

apex_brasil_formula_indy

Projeto Fórmula Indy

A presença brasileira na Fórmula Indy se confirma como uma oportunidade diferenciada para facilitar a entrada e permanência de produtos e serviços brasileiros nos Estados Unidos, sobretudo nas regiões em que as ações tradicionais de promoção comercial, como feiras, não atingem os compradores desejados. “A Fórmula Indy é um esporte mobilizador de diferentes segmentos da opinião pública que proporciona, além do contato com as grandes corporações que participam do evento, visibilidade às empresas brasileiras integrantes do Projeto, com uma alta exposição de marcas, produtos e serviços, fortalecendo a imagem do Brasil no mercado norte-americano”, conclui Mauricio Borges.

formula_indy_brasil_300_2012

Mais informações:

Apex-Brasil – Assessoria de Imprensa
imprensa@apexbrasil.com.br
Felipe Campbell – Fones: (61) 3426-0748

http://www.apexbrasil.com.br  Tel: +55 61 3426 0202   apex@apexbrasil.com.br

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s