ARTURO PHOTHOGRAPHY 

Discovering one’s passion can be as easy as awaking one morning to a divine epiphany of direction for your talent, energy, and love, or it can be a long and exacting process of trial and error.  arturo’s journey to his passion for photography has been a mix of both extremes, leading him on a fascinating and fulfilling adventure towards self-knowledge and satisfaction. Studying, practicing, and teaching in the areas of science, business administration, literature, fine arts, and the martial arts, arturo achieved multiple degrees in these themes before finally arriving at his current point of absolute allegiance to and enthrallment with the art of photography.

Forever fascinated with Beauty, arturo has found a way through photography to create images of magnificence that reflect and affirm his personal vision and perception of the aesthetics. When he is not shooting, arturo practices vinyasa yoga, he is also a self-proclaimed, devoted student of the “Science of Personal Achievement.” Constantly seeking knowledge and enrichment, arturo has traveled within and experienced the cultures of thirty different countries and has studied in France, the United States, and Mexico, but he now spends the majority of his time between Florida and Massachusetts in the pursuit of his passion .

Apesar de ser originária na China, foi no Japão que o Shiatsu se tornou a terapia corporal do modo como é conhecida hoje. Ideal para tratar dores no pescoço, costas e joelho, a massagem utiliza o toque das mãos para reequilibrar a energia vital que circula pelo corpo em canais chamados de meridianos.

Shiatsu é derivada do japonês e quer dizer “pressão dos dedos” (SHI significa “dedo” e ATSU “pressão”). Tem uma abordagem terapêutica semelhante à usada na acupuntura e além da sua eficácia no tratamento de dores e mal-estar físico ou psicológico, o Shiatsu é tem também um efeito preventivo. 

A terapia é baseada na medicina oriental, que acredita que da mesma forma que o homem recebe a energia positiva da terra, o Yin, também está relacionado à energia negativa do cosmos, o Yang. Para o Shiatsu, os pontos doloridos no nosso corpo são, portanto, resultado do desequilíbrio entre os dois pólos energéticos, causando bloqueio de energia vital e dor.

Por isso a massagem utiliza pressão, ficção e movimentação de articulações e estruturas musculoesqueléticas, entre outras técnicas, a fim de promover a circulação da energia obstruída. O Shiatsu pode ser aplicado em pessoas de qualquer idade e não apresenta efeitos colaterais, desde que feito corretamente.

Fonte: Portal da Fisioterapia

DRENAGEM LINFATICA

A massagem de drenagem linfática manual é um método de massagem altamente especializado, realizado com pressões suaves, lentas, intermitentes e relaxantes, que seguem o trajeto do sistema linfático (Awada, 2003), mobilizando a linfa até os gânglios linfáticos. (Garcia, 2004). Ela drena o líquido acumulado em determinadas regiões, melhorando a circulação e a oxigenação desse tecido, seja abdome, coxa, glúteos, etc. (Bassalobre, 2004).
A drenagem linfática pelo método Dr. Vodder utiliza pressões graduadas e constantemente alteradas, imitando as contrações próprias da musculatura lisa  dos vasos linfáticos e acompanhando o ritmo dos mesmos; objetivando diretamente o aumento do volume de linfa admitido pelos capilares linfáticos e o aumento da velocidade de seu transporte através dos vasos e ductos linfáticos.
A linfa desempenha um importante papel no transporte de algumas substâncias, ajuda a eliminar o excesso de líquido e produtos que deixaram a corrente sangüínea, tendo ação imunológica, isto é, a linfa é enriquecida por anticorpos, funcionando como uma verdadeira “lixeira” do organismo. Quando o sistema circulatório e/ou linfático não cumpre corretamente suas funções, o corpo fica sobrecarregado por excesso de líquido que não consegue absorver. Na maioria dos casos, esse fenômeno se traduz por sintomas como celulite, retenção de líquidos, peso nas pernas e aparecimento de edema (inchaço), mais conhecido como linfedema. (Bassalobre, 2004).
O surgimento de edema está ligado à circulação linfática, seja diretamente em conseqüência do aumento do aporte líquido ou, indiretamente, em conseqüência de uma patologia linfática específica.

Em pessoas sedentárias ou com uma alimentação muito tóxica, a linfa é mais espessa e o fluxo se torna mais lento, levando a formação de edemas, celulites e até uma baixa imunológica geral.

As manobras de drenagem linfática exercem influência sobre algumas estruturas e funções biológicas, direta e indiretamente, tais como estimula a contração da musculatura lisa dos vasos linfáticos, aumenta a velocidade de transporte da linfa, aumenta a capacidade de processamento da linfa no interior dos gânglios linfáticos, melhora as condições de absorção intestinal, melhora a atuação do sistema nervoso vegetativo, aumenta a captação de oxigênio pelos tecidos, fornece a nutrição celular pelo maior aporte sangüíneo, fornece a eliminação dos produtos finais resultantes do metabolismo tecidual, aumenta a absorção dos nutrientes e princípios ativos através do trato digestivo, aumenta a quantidade de líquidos a serem eliminados.(Winter, 1973).

Em conseqüência de todos estes fenômenos temos o aumento do grau de hidratação e nutrição da célula, aumento da velocidade de cicatrização de ferimentos pelo aumento da vascularização arterial e venosa, aumento da capacidade de absorção de hematomas e equimoses, melhora do retorno de sensibilidade em cirurgias plásticas, diminuição de retenção de líquido nos tecidos prevenindo a formação de celulites, produz relaxamento. (Bassalobre, 2004).

A drenagem linfática manual é indicada em linfedema primário e secundário, celulite, linfedema de braço posterior a mastectomia, edema pós-operatório e pós- traumáticos, problemas circulatórios, pós-cirurgia plástica, pós-lipoaspiração, sinusite, rinite e otite, enxertos, varizes e pernas cansadas, edemas da gravidez e síndrome pré-menstrual, enxaquecas, artrose, artrite e gota, tendinite;tratamento de acne e rosácea, envelhecimento cutâneo.(Winter, 1973; Guirro, 2000)

As contra-indicações são trombose venosa profunda, tromboflebites, erisipela,infecção aguda, neoplasias malignas e diagnosticadas em atividade, insuficiência cardíaca congestiva (descompensada), história de hipertensão arterial e sintomas vagotômicos, asma brônquica de evolução grave e crises freqüentes, arteriosclerose em processo avançado, hipertireoidismo.(Winter, 1973; Guirro, 2000).